A 14 de Maio de 1987 foi oficialmente criada a Associação Portuguesa de Literatura Comparada (APLC), tendo a 25 de Junho do mesmo ano reunido a primeira Assembleia Geral. Os Estatutos da APLC, então publicados, identificam três grandes propósitos desta sociedade:

– a promoção e o desenvolvimento dos estudos comparatistas em Portugal;
– a institucionalização académica da área e
– a conservação e reforço dos laços internacionais estabelecidos.
Dos membros fundadores da APLC, devem realçar-se os nomes de Margarida Losa – a primeira investigadora portuguesa a obter doutoramento em Literatura Comparada (pela Universidade de Nova York e sob a orientação de Anna Balakian), a primeira investigadora portuguesa a integrar o Bureau da Association Internationale de Littérature Comparée/ International Comparative Literature Association  (AILC / ICLA) – e de Maria Alzira Seixo – que, a partir de 1985, integrou o Conselho Executivo da AILC, então dirigida por Eva Kushner e Anna Balakian.
Presentes desde a primeira hora estiveram também Yvette Centeno, João de Almeida Flor, Manuel Gusmão, signatários com Maria Alzira Seixo da escritura. À acção matricial destes investigadores se juntou porém a colaboração de muitos outros que, desde o início dos anos oitenta, nas Faculdades de Letras, em Lisboa, Porto e Coimbra, pugnavam também pela existência em Portugal de disciplinas em Literatura Comparada nos vários níveis de formação universitária: José da Costa Miranda, David Mourão-Ferreira, João Barrento, Maria de Lourdes Belchior, Fernando Martinho, João Ferreira Duarte, Helena Carvalhão Buescu, Maria Manuela Delille, Ofélia Paiva Monteiro ou Carlos Reis…
Outros se seguiram: o caminho vai sendo feito pelos que o percorrem.
Regendo a sua acção, não apenas pelos Estatutos, mas também pelo legado dos seus fundadores, a APLC oferece aos associados:
– a difusão e o apoio a actividades que promovam os estudos literários de índole comparatística,
– a promoção e divulgação dos cursos em estudos comparatísticos, nos vários centros de investigação existentes em Portugal
e no estrangeiro, e
– a visibilidade das actividades nacionais no quadro da AILC/ICLA, na qual os sócios
nacionais se encontram simultaneamente associados.
Dando regularmente forma a estes objectivos da APLC, foi sendo editada a Revista Dedalus, cujo primeiro número foi publicado em 1989, ano também do I Congresso Internacional de Literatura Comparada em Portugal (Lisboa e Évora).
O logótipo da APLC, criado a partir de um desenho de Manuel Gusmão, representa o projecto desta associação em prol da Literatura Comparada. Desde o conceito de Weltliteratur, usado por Goethe em 1827, ao de Literatura-Mundo, retomado por Helena Buescu, em 2013, a Literatura Comparada vai-se definindo como consciência de uma tensão permanente entre o “universo” e o “diverso”. Uma forma de entendimento da investigação literária “que se ocupa do estudo sistemático dos conjuntos supranacionais”. “Afã, desejo”, “exploração”, actividade em confronto com outras actividades (de diferentes tempos, espaços, textos, ou artes), reflexão ponderada sobre “a metamorfose de géneros, formas ou temas” (Claudio Guillén).
Simbolicamente, entre dois mundos, a poética cartográfica de um investigador “em deslocação”.
A Direcção 2013-2016.

International Comparative Literature Association

Encouraging exchange and cooperation among comparatists
  • Please note that the deadline for submissions has been extended for the Princeton University/ICLA early career conference, Global Publishing and the Making of Literary Worlds: Translation, Media and Mobility. This is a free online conference scheduled for June 4-6, 2021 (https://globalpublishing.princeton.edu) . Please spread the word to graduate students and colleagues around the world. Along with [...]
  • The July 2020 Newsletter of the AILC-ICLA has been sent to our affiliated National Associations, with a request to disseminate to their members. It is also published on our Recent Newsletters page  
  • The Executive Council meeting planned for summer 2020 had to be rescheduled to January 2021 due to the Covid-19 pandemic. However, some more urgent business was discussed via email. In particular, the following decisions were taken: To continue funding the open access publication of the Association’s journal, Recherche Littéraire / Literary Research; To extend the funding [...]
  • With apologies to our readers: the publication of the Newsletter has been postponed from 1 to 15 September 2020 – a side-effect of the impact of Covid-19 on holiday plans….
  • The Early-Career conference “Global Publishing and the Making of Literary Worlds: Translation, Media, and Mobility” will take place online on 4-6 June 2021. Organised by Princeton University’s Fung Global Fellows Program, the International Comparative Literature Association, and Princeton University Press, the conference joins theoretical issues addressed by scholars and editors with practical workshops in global [...]
  • César Domínguez Prieto remembers Professor Mario J. Valdés.   “La enseñanza es mi pasión. Todo lo que he publicado ha salido de las aulas, todo” “there is no survival as meaningful as the re-created word” (Mario J. Valdés)   Professor emeritus Mario J. Valdés, a world authority in Miguel de Unamuno, literary hermeneutics, and comparative [...]
Feed not found