Teresa Nunes
Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Portugal e o Panlatinismo: da Aliança Latina à emergência da Grande Guerra (1885-1918)
Dedalus 25 (2021), pp. 115-131.
 
Abstract
Marc-Amédée Gromier’s proposal brought together Portuguese political trends of different nature in favour of national integration in an integrative pattern, tending to the formation of a unified Latin bloc, capable of matching the economic dynamics and political ascendancy of the German and English Empires in the Old World and, by extension, in regional areas under the tutelage or influence of other European imperial systems. The vision of Latin Europe, attached to Gromier’s perspective, carried in the national political space and discourse: disconnected from the question of regime, resurfaced fully in the debate on Portuguese participation in the Great War, a context of reformulation of the basic foundations of Latin Europe and its role in the conflict and in the subsequent world order.
 
Keywords: Portugal, Panlatinism, Latin Europe
 
 
Resumo
A proposta de Marc-Amédée Gromier concitava tendências políticas portuguesas de feição díspar em prol da integração nacional num padrão integrador, tendente à formação de um bloco latino uno, capaz de ombrear com as dinâmicas económicas e ascendência política dos Impérios Alemão e Inglês no Velho Mundo e, por extensão, nas áreas regionais de tutela ou influência dos demais sistemas imperiais europeus. A visão da Europa Latina, afeita à perspectiva de Gromier, carreou no espaço e discurso políticos nacionais: desvinculada da questão de regime, ressurgia plenamente no debate sobre a participação portuguesa na Grande Guerra, um contexto de reformulação dos fundamentos basilares sobre a Europa Latina e o seu papel no conflito e na ordem mundial subsequente ao mesmo.
 
Palavras-Chave: Portugal, Panlatinismo, Europa Latina